Eu Li [5] – Desafio Literário 2011.01.03

 

O Menino do Pijama Listrado
John Boyne
Cia das Letras, 192 páginas

A primeira coisa que pensei que escreveria sobre este livro é que ele não é um livro para crianças… mas talvez seja! A criança que eu era não entenderia as entrelinhas da história que é contada. Acho que hoje há uma necessidade maior de explicar desde cedo a quem quer que seja qual foi a História do Ocidente no século XX. Não há motivos para se esquivar da História. Este livro consegue fazer isso com uma sutileza necessária às crianças. E aos adultos – porque não? Aliás, sobretudo aos adultos! Para que vejam o mundo pela visão de uma criança.
O Livro a princípio fala de inocência. ‘Inocência’ Narrada belíssimamente.

Mas então.. o que realmente  me chamou atenção no final das contas é um pouco diferente do que realmente trato quando falo de literatura. Com a ajuda de um dicionário on-line descrevo o seguinte:

Alienação (s.f.)  1) Ação de alienar: alienação de uma propriedade. 2) Perda da razão, loucura: alienação mental. 3) Estado da pessoa que, tendo sido educada em condições sociais determinadas, se submete cegamente aos valores e instituições dadas, perdendo assim a consciência de seus verdadeiros problemas. 4) Alienação a título gratuito, doação.

Não há nada que mais me encantou com o avançar da páginas. A capacidade de entender como dado pensamento surge em uma sociedade e sobrepõe valores que outrora era mais significativos. A forma como ideais cercam círculos políticos e transbordam para círculos familiares. Algo que pode ser – e pelo muito que ouvi antes de ler este livro, realmente é –  confundido com  inocência, na verdade também pode ser visto por uma óptica bem marxista (que é a que está em destaque nas definições aí em cima).  Alienação seria, em tese,  a capacidade restrita de dado indivíduo em pensar criticamente sobre o mundo que lhe cerca. Exatamente como o menino do Livro faz.

Nessa História há uma criança que não faz ideia de que seu país está em guerra e muito menos o papel da sua família em todo esse contexto. Só sabe que graças a alguma coisa tem que sair da sua casa e abandonar seus 3 grandes amigos. O local pra onde ele se muda é desolador:  “Haja-vista” ele o chama. A solidão de um lar estranho, os empregados silenciosos, cabisbaixos e tristes, a convivência com a irmã mais velha que pouco entende o que se passa com ele e a vontade de ter algum Amigo.

O Livro acaba descrevendo uma certa pureza humana em tempos de Guerra. Algo que me fez lembrar um pouco  o filme “A Vida É Bela“. Mas não sei se é porque eu esperava muito do livro, mas foi difícil ler como pura literatura, havia em minha mente muitos fatos históricos, o peso de todas as conseqüências do Nazismo  para o mundo de hoje e muitas coisa do gênero. Algumas páginas eu li meio que inconformada com o protagonista, no sentido de não entender como a sociedade forma pessoas assim. ‘Por isso tudo deu no que deu, né?” – era pensamento quase constante.

No geral eu gostei. Gostei dos destinos mal contados (dos empregados e do próprio pai do menino), dos finais  não necessariamente dolorosos de cada personagem. Eu devorei o livro em 1 dia como a muito não fazia com nenhum. O autor foi muito cuidadoso recontando, de forma muito especial,  uma história de guerra que todo mundo já conhecia – ou diz conhecer pelo menos.  Até as trocas fonéticas de  FuhrerAuschwitz (que vira o Fúria e Haja-Vista) foram muito bem pensadas, feitas como o personagem, para deixar em meias palavras um pedaço de uma História que – querendo ou não –  é parte de nossa própria História e às vezes fica em meias palavras pra muita gente.

 

“Claro que tudo isso aconteceu há muito tempo
e nada parecido poderia acontecer de novo.

Não no nosso tempo.”

 

 


 

 

Anúncios

7 comentários sobre “Eu Li [5] – Desafio Literário 2011.01.03

  1. Um livro triste e belo, assim deifiniria O menino do Pijama Listrado.
    Me senti profundamente tocada pelo lviro, ao ponto de ficar dias pensando e refletindo sobre a história.
    Vale a pena ser lido.

    Parabéns pela resenha.

    Abs, Re

Diz aí:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s