Eu Li [14] – Desafio Literário 2011.04.01

2001 – Uma Odisséia no Espaço

Arthur C. Clarke

Europa-América, 290  páginas

De longe um dos melhores livros que pude ler este Ano.
Eu vi o filme quando era menina, não me lembrava da história. Excelente, excelente. [nota ao fim do mês: quebrando as expectativas  o melhor livro do desafio de abril]

“Os criadores de instrumentos foram recriados
por seus próprios instrumentos.” (pg19)

Este é o resumo de toda a história.
Muito me apreciou a possibilidade de um futuro que não ocorreu.
A perda, por 2001 ter chegado e não se realizado como Clarke sonhou, é toda nossa. O que hoje é passado já foi um futuro fantástico.

O livro se dividi em três partes, na primeira há a narração da evolução da humanidade. Particularmente me deliciei ao encontrar em um livro disposto a narrar o ‘futuro’ a descrição da parte obsoleta da humanidade: a pré história. A segunda inicia-se com um translado para o futuro onde a humanidade atinge a ocupação da Lua e nela descobre um estranho objeto que dá inicio a viajem Espacial do título, é a parte mais extensa da história. A terceira curtamente descreve o mundo após esta viajem: Objeto é  uma espécie de ‘cartão de visitas’  que há milhões de anos foi deixado para a humanidade por uma inteligência extraterrestre,  o que nos tornamos após ele é fascinante.

Clarke é o reflexo dos homens do seu do seu tempo, a década espacial, seus sonhos e suas espectativas.

  "Diferenciando-se dos animais, que conheciam apenas o presente, o Homem possuía um passado e começava a tatear em direção ao futuro." (pg19)

O  fato do 2001 ter chegado e este estranho pensamento não ser nem de perto  a realidade, torna tudo ainda mais fantástico. Clarke parece ter sido um pouco otimista demais  não conseguindo prever as mudanças históricas que  modificaram o pensamento da humanidade nos últimos anos: a queda da URSS, por exemplo, ou o futuro das viagens tripuladas ao espaço.  Entre outras coisinhas que no geral não atrapalham o desenrolar da história que aliás eu super recomendo.
Para Arthur Clarke deixo apenas a reflexão de Neils Bohr que ele mesmo me apresentou no livro:

“Sua teoria é louca — porém não o suficiente para ser verdadeira.” (pg107)

🙂

Anúncios

2 comentários sobre “Eu Li [14] – Desafio Literário 2011.04.01

  1. Pingback: Eu Li [16] – Desafio Literário 2011.04.02 « A Garota e Seus Livros

Diz aí:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s