Eu Li [60]

Dando Pé ao projeto d2, Li:

Iaiá Garcia 
Machado de Assis
L&PM Pocket, 192 páginas

*–* Que Livro Lindo!
Acho que das experiências machadianas poucos romances devem fazer suspirar tanto! De uma fase diferente da que a maioria está acostumada, apesar do começo massantezinho o desenvolver detalhista e romantesco arrancam suspiros e apreensões   por desconstruções da história – que em ênfase não chega a se desenvolver.
Personagens femininas tão fortes e tão senhoras de si – marca do autor- estão em destaques nessas linhas. Amores proibidos, casamentos arranjados, renuncias por amor, desencontros econômicos-sociais, fidelidade às amizades, amores sinceros mais efêmeros riscam a vida de duas mulheres um tanto distintas e – a certo modo-  antagônicas. Li, pela net, uma definição que partilho: um drama psicológico interessantíssimo.
A personagem título é filha, devocionalmente amada, de Luís Garcia, um funcionário público, viúvo que tem uma amizade com a também viúva, Valéria Gomes, que por sua vez é mãe de Jorge. Jorge se  apaixona por Estela – uma moça desprovida de posses cujo o pai trabalhou na casa da família –  o que causa profundo descontentamento à sua mãe . O Amor de Estela e Jorge ditam os tramites dessa história.
Valéria para afastar Jorge da pretendente, por não julga-la digna do filho, trama seu alistamento voluntário para lutar na guerra contra o Paraguai. Passam-se os anos, novos personagens aparecem, desventuras ocorrem e o rapaz não esquece a amada. Pode-se imaginar o verdadeiro choque sofrido ao regressar e encontra-la casada – com pitadinhas de esforço alheio – com Luiz Garcia apesar de ainda sentir afeto por Jorge.
Estela e Iaiá tornam-se amigas excepcionais e a história aflora no romantismo quando para manter o casamento do pai Iaiá decide-se casar com Jorge e o que a princípio era má vontade acaba virando uma paixão. Vale a pena conferir tudo que rola na amizade dessas duas e como Jorge lida com tudo isso.
Quem curte Machado:  é um livro atípico  e igualmente desenvolvido e interessante.
Quem não curte: é um livro leve  e com poucas daquelas características que chateiam na leitura machadiana.

.

.

.

.

.

.

——–
Eu também participo do:

.

.

.

.

.

.

.

Este livro faz parte da leitura deste projeto! 😉
É meu livro ‘bônus’  do mês de Fevereiro (Ler Sobre Nome Próprio de Pessoas).

O que já li você pode conferir aqui.
E a lista toda deste ano  aqui.

Anúncios

2 comentários sobre “Eu Li [60]

  1. Opa realmente as suas resenhas de Machado estão me fazendo repensar e ler algo dele logo…..\o/….adorei….beijokas elis

    P.S: Recomendo Joaquim Manuel de Macedo, lia A Moreninha dele e me apaixonei ….\o/….te mais flor

  2. Pingback: Sobre Machado de Assis (projeto) « A Garota e Seus Livros

Diz aí:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s